sábado, 24 de dezembro de 2011

Impeachment ao “Sr espírito natalino”


Coisas boas acontecem nas vésperas do Natal, e coisas difíceis de compreender também. E é nesta época que certo personagem me intriga demasiadamente. Ora, devo preveni-lo que não me refiro ao menino Jesus e tão pouco ao Papai Noel. Tiro o chapéu para o ilustre “Sr. espírito natalino”.
O “Sr. espírito natalino” é pontual, sua visita é certa em vésperas de 25 de dezembro de todos os anos. Com um jeito bem mineirinho ele sempre chega sorrateiro e cativante, envolvendo-se com as pessoas e envolvendo umas com as outras. Suas táticas “Jedi by Star Wars” seduzem a grande maioria das pessoas. Até as de coração mais empedrados são tocadas por seus galanteios. Também pudera, é tudo tão colorido, iluminado, gostoso....as festas de final de ano não seriam as mesmas sem a participação do “Sr. espírito natalino”. As pessoas se beijam, se abraçam, distribuem sorrisos e felicitações até para desconhecidos. Pena que assim como no conto da Cinderela, ás 00:00h de todo dia 26 de dezembro ele precisa partir...correndo...
E é aí que eu me pego refletindo ciclicamente sem conseguir compreender porque o “Sr. espírito natalino” vai embora e porque os seus embrulhos de gentilezas se desfazem com a sua partida. Demasiadamente difícil e pesado para mim é tal coisa, diria o sábio Salomão. Sim, raso e frívolo, sem raízes e sem história, assim como muitos corações que se firmam na ideologia mercantilista de um natal emblemático. Promessas de felicidade "in vitro" disponíveis em prateleiras por businnes.

domingo, 6 de novembro de 2011

.

E os homens continuam usando as pessoas...
E as pessoas continuam sendo convenientes...
E a conveniência continua a limitar as relações...
Tempos onde vale-se o que tem e quanto pode-se oferecer.
Desista da verdade. Desista de alianças. Frustação garantida para aqueles que desejam estreitar laços.
Há poucos remanecentes. Mas há apenas uma segurança: Jesus te ama sem querer NADA em troca. Quem ama comparece.


.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Tatiane Antônia: Pens'ando'

KÁ ENTRE NÓS: EU E MEUS BOTÕES.
Foi uma dicotomia entre a justiça e a renuncia da nota promissória. Sábia e dolorosa decisão é abrir mão para que o juiz faça seu labor. Dr Emanuel, PHD em direito e CIO organizacional de nível máster, trabalha para aqueles que nEle confiam e esperam. Bem me lembro de ler no manual de sobrevivência que a glória da segunda casa é maior que a da primeira. Meus olhos contemplam a Sua justiça. (Tatiane Antônia)

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

O Cristão como Agente de Transformação

"Muitos têm falado e escrito sobre as crises econômica, religiosa, moral e política do nosso tempo. Alguns, além de falar e escrever tem tentado viver contra a atual cultura. Existem também aqueles que se aventuram em discursos que não conseguem sustentar e aqueles que simplesmente ignoram o assunto."

"Muitos de nós, cristãos, temos decidido viver uma visão dualista considerando apenas o que se refere à religião como sagrado e o que se refere ao secular como profano sem antes colocar todas estas coisas sob a luz da palavra de Deus. Esta visão tem limitado a igreja em suas ações, principalmente, referente às crises contemporâneas."



E você, está pronto para ser um agente transformador diante desta realidade?


Trechos retirados do texto "O Cristão como Agente de Transformação", de minha autoria, publicado em 07.08.2011 no http://www.jovensadultos.org.br/, site do Ministério Jovens Adultos da Igreja Batista da Lagoinha. Leia o texto completo AQUI.


.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Ame e pregue o Amor, apenas isso!

"A acomodação espiritual não exercita o corpo e o sedentarismo pode trazer grandes problemas as “coronárias” da igreja (IJo 1:7). O coração precisa bater ritmicamente para que o Sangue de Jesus seja bombeado, um órgão sem sangue fatalmente morrerá (Jo 15:5). Pessoas que ainda não receberam deste Sangue são órgãos que podem sobreviver se a igreja cumprir os propósitos pela qual foi chamada (Mc 16:15; Jo 4:35; ICo 12:8)." (Tatiane Antônia)

"Parafraseando Salomão, temos corrido atrás do vento e vivido vaidades (Ec 1), a beleza do evangelho está em sua simplicidade: ame e pregue o amor! E isso, por si só é profundo e exponencialmente grande, é o inicio de tudo e também o fim. E porque Ele é amor que Ele é graça e misericórdia, e é todas as demais coisas." (Tatiane Antônia)

Trechos retirados do texto "Ame e pregue o Amor, apenas isso!", de minha autoria, publicado em 01.08.2011 no http://www.jovensadultos.org.br/, site do Ministério Jovens Adultos da Igreja Batista da Lagoinha. Leia o texto completo AQUI.


.

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Cenários

Foi uma bela manhã a de hoje, fria e nostálgica. Aquele sabor de dejavu fez valer a pena o sobre-salto do acordar atrasada. Entre uma aula e outra pensei numa bebida quente. Enfrentar a brisa fria da manhã para uma passada na lanchonete da universidade valeria a pena. Na falta de um expresso aceitei um copo de leite quente e extremamente doce. No meu pedido de espantar um pouco do frio junino a tia da lanchonete errou a mão. 

De um jeito bem mineiro, o sol ia se achegando entre os prédios e as árvores do pátio. Sem perceber a singeleza daquela visita, um cuidado de Deus, muitos o procuravam para se aquecer num composê de jeans, tênis, moletons, bonés, juventude e conversas sobre a fatídica semana de provas. O conhecido e o novo cenário.

Agora compreendi este sentimento de dejavú. Ainda ontem, em épocas de invernos na terrinha montanhosa, eu me reunia com ‘Os Fantardigos’ para tomar sol nas escadas do Mestre Zeca Amâncio, e também não O percebia. Por um momento desejei me sentar ao chão e falar sobre ‘isobutil, propil, propanil a casa caiu’, assim como naquela época. Risos, bobice dá um doce sabor à nostalgia.

Nem tão velha para que eu não possa me sentar ao chão, e nem tão nova para que eu não possa ser uma professora. Em tempos de obras por toda a capital mineira, meus pulmões agradeceram pelo profundo suspiro ao ar fresco desta manhã. E vejo, pois, que desde a Genesis, tudo que Deus fez continua muito bom.

Hora de voltar para o segundo horário.

.

terça-feira, 3 de maio de 2011

Guerra Insana: morte ou final de campeonato de futebol?


Eu teria motivos para comemorar se Osama Bin Laden tivesse convergido de seus caminhos. Usaria minha camisa da seleção Atleticana, os óculos da última festa anos 60 e a famosa e companheira vuvuzela. Isso sim seria uma surpresa. Sim, seria uma festa!

Na verdade meu caro, eu duvido que esta farofa pare por aí. Os militantes da causa Al-Qaeda são treinados em frieza e estratégias matematicamente calculadas. Matar e morrer é sinônimo de glória e honra para eles. O medo não irá paralisá-los, afinal, medo de que? A morte é filosofia de vida de um martire.

Naturalmente que assim como todo ser normal chamado de ‘gente’, meu instinto de justiça própria gritou dentro de mim desde o histórico 11 de setembro de 2001. Na tentativa de exercer o cristianismo dia-a-dia, reflito sobre o comportamento de Jesus em um encontro casual com o protagonista desta história.

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Verbo retirar: conjugando

KÁ ENTRE NÓS: EU E MEUS BOTÕES.

"Eu retiro.
Tú retiras.
Vós retirais.
Retiro-me da selva de pedras e lanço-me ao mar de relevos e altos cumes.
Vespera de feriado. Respiro fundo e alimento a alma de ar e ferro. Um convite ao descanso.
Utopia. No gerundio itabirano de ser sonhei retirando-me.
O trabalho me espera. Suspiro e recomeço.
Melhor trabalhar na rede da varanda da casa da mãe Joana do que no quarto quase amarelo..."


.

Chegou a hora de combater a falta de compreensão do papel da TI

Três CIOs contam como superaram obstáculos e feudos para estabelecerem seu papel de líderes na transformação do negócio.


Se você perguntasse a um funcionário, ao acaso, que departamento mais influencia a cultura da empresa, o que ele diria? Marketing? RH? Vendas? Aposto minha coleção inteira de sapatos que ele não diria TI. Na maioria das empresas, a TI está tão distante do coração delas que muitas vezes é abrigada em um outro prédio.
No entanto, quando você olha para as empresas que sofreram uma transformação cultural enorme nos últimos anos, quem você acha que levou a essa mudança? Esses três CIOs encontraram seus próprios caminhos para combater a falta de compreensão do papel da TI em suas organizações. O depoimento de cada um deles pode ser útil para você.

terça-feira, 19 de abril de 2011

Integrar diferentes soluções de CRM pode não trazer os resultados esperados

"Quando o assunto é CRM (sistema de relacionamento com clientes), as empresas grandes podem ser chamadas de qualquer coisa, menos de centralizadoras. Mesmo que a gestão dos sistemas fique a cargo de um profissional, há uma grande probabilidade de que o ambiente esteja fragmentado e em soluções diversas. Muitas vezes, o melhor caminho é "federar" os sistemas em uso na corporação. Texto publicado no http://www.cio.uol.com.br/ em 15 de abril de 2011."

Leia texto completo AQUI.

.

Problemas na educação causam falta de profissionais no setor tecnológico

 

Muitos alunos abandonam o curso porque não conseguem acompanhar matérias como matemática, lógica, química e física. Além disso, currículos escolares não acompanham a velocidade tecnológica, causando uma defasagem.

 

Um estudo realizado por empresas do setor de tecnologia mostrou os motivos da falta de profissionais em uma área em que haveria emprego para todo mundo. O problema está, mais uma vez, na educação: antes, durante e depois da universidade. Os profissionais de tecnologia da informação, ou TI, são responsáveis pelo desenvolvimento e pela manutenção dos sistemas de computador das empresas. A carreira envolve cursos da área de informática, como ciências e engenharia da computação.
 

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Quatro elementos fundamentais de uma boa estratégia de informação


Nas implementações de BI com maior sucesso, todos funcionam juntos, influenciando-se e complementando-se.


Os dados recolhidos pelas empresas são, provavelmente, o seu ativo mais valioso. Todos os dias, as empresas recolhem grandes quantidades de informação corporativa, que precisam ser tratadas para recuperação rápida das atividades operacionais como, por exemplo, a emissão de faturas ou de listas de materiais, cortes de pagamentos ou elaboração de planilhas de balanço.
Os ambientes das aplicações empresariais e os sistemas de ERP gerem muitas destas funcionalidades. Contudo, à medida que se recolhe, processa, transforma e aproveita mais e mais informação, as empresas tendem a implementar quatro fases de desenvolvimento de soluções que lhes permitam obter informação útil e confiável, utilizada na tomada de decisões mais inteligentes.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Usiminas muda gestão de TI para agregar valor a produtos e serviços

 

Criação da Diretoria de TI Corporativa é um salto da área na direção da estratégia da empresa. Primeiro passo para alinhar TI aos negócios.


Em abril de 2010, Carlos Roberto Katayama recebeu a proposta do Grupo Usiminas para não somente comandar toda a TI corporativa, com seus 218 funcionários, como também reestruturá-la. Ele estava na Honda, como gerente geral de TI para a América do Sul. Aceitou o desafio, engatou a quinta em São Paulo e partiu para Minas Gerais.
Na bagagem, levou a experiência adquirida mais recentemente na montadora e também a imediatamente anterior na DuPont, como diretor de TI e de Recursos Humanos de Supply Chain. “O momento é de expansão de negócios da companhia. TI precisa atender essa demanda”, diz Katayama, como é chamado o diretor de TI da Usiminas.
E a siderúrgica não poupou esforços. Uma das principais produtoras de aço plano do País, a Usiminas decidiu, de fato, modernizar a gestão, incluindo a reestruturação da área de Tecnologia da Informação.

domingo, 10 de abril de 2011

China prende seguidores de igreja não autorizada pelo Partido Comunista


PEQUIM - A polícia chinesa deteve neste domingo, 10, dezenas de seguidores de uma igreja protestante clandestina em Pequim que pretendiam realizar um ato público após serem expulsos de seu lugar habitual de reunião, informaram testemunhas e grupos de direitos humanos.
Testemunhas informam através do Twitter que a polícia deteve mais de 20 seguidores da igreja Shouwang, quando tentavam oficiar um ato religioso na área de Zhongguancun, do bairro de Haidian.
Segundo a ONG China Aid, a polícia já havia detido na noite de sábado, 9, os líderes da paróquia, incluindo o catedrático You Guanhui, para prevenir uma reunião à qual mais de mil pessoas tentaram comparecer.
As testemunhas asseguram que os veículos policiais esperavam esta manhã no local do encontro e que a polícia ia levando os fiéis à medida que estes chegavam.
A China é um Estado laico que reconhece por motivos históricos religiões como budismo, confucionismo, taoismo, islamismo, cristianismo, mas só em grupos controlados pelo Partido Comunista, no poder desde 1949.


Fonte: Site Jornal Estadão Digital. Consultado em 10.04.2011, as 15:37h. Notícia extraída na integra no link: http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,china-prende-seguidores-de-igreja-nao-autorizada-pelo-partido-comunista,704318,0.htm.

.

sábado, 9 de abril de 2011

A tese do coelho!


Li este texto no facebook de uma professora colega de trabalho, que por sua vez recebeu de sua sogra. Não resisti....aos acadêmicos de plantão, segue a "Tese do Coelho".

Num dia lindo e ensolarado, o coelho saiu de sua toca com o notebook e pôs-se a trabalhar, bem concentrado. Pouco depois, passou por ali a raposa e viu aquele suculento coelhinho..., tão distraído, que chegou a salivar. No entanto, ela ficou intrigada com a atividade do coelho e aproximou-se, curiosa:  
R - Coelhinho, o que você está fazendo aí tão concentrado?  
C - Estou redigindo a minha tese de doutorado - disse o coelho sem
tirar os olhos do trabalho.  
R - Humm .. . e qual é o tema da sua tese?  
C - Ah, é uma teoria provando que os coelhos são os verdadeiros predadores naturais de animais como as raposas.   A raposa fica indignada:  
R - Ora! Isso é ridículo! Nos é que somos os predadores dos coelhos! 
C - Absolutamente! Venha comigo à minha toca que eu mostro a minha prova experimental.  

O coelho e a raposa entram na toca. Poucos instantes depois ouvem-se alguns ruídos indecifráveis, alguns poucos grunhidos e depois silêncio. Em seguida o coelho volta, sozinho, e mais uma vez retoma os trabalhos da sua tese, como se nada tivesse acontecido. Meia hora depois passa um lobo. Ao ver o apetitoso coelhinho tão distraído, agradece mentalmente à cadeia alimentar por estar com o seu jantar garantido. No entanto, o lobo também acha muito curioso um coelho trabalhando naquela concentração toda. O lobo então resolve saber do que se trata aquilo tudo, antes de devorar o coelhinho:  

L - Olá, jovem coelhinho. O que o faz trabalhar tão arduamente?  
C - Minha tese de doutorado, seu lobo. É uma teoria que venho desenvolvendo há algum tempo e que prova que nós, coelhos, somos os grandes predadores naturais de vários animais carnívoros, inclusive dos lobos.   O lobo não se contém e cai na gargalhada com a petulância do coelho.  
 L - Apetitoso coelhinho! Isto é um despropósito. Nós, os lobos, é que somos os genuínos predadores naturais dos coelhos. Aliás, chega de conversa...  
C - Desculpe-me, mas se você quiser eu posso apresentar a minha prova. Você gostaria de me acompanhar à minha toca?  

O lobo não consegue acreditar na sua boa sorte. Ambos desaparecem toca adentro. Alguns instantes depois ouvem-se uivos desesperados, ruídos de mastigação e ... silêncio. Mais uma vez o coelho retorna sozinho, impassível, e volta ao trabalho de redação da sua tese, como se nada tivesse acontecido... Dentro da toca do coelho vê-se uma enorme pilha de ossos ensanguentados e pelancas de diversas ex-raposas e, ao lado desta, outra pilha ainda maior de ossos e restos mortais daquilo que um dia foram lobos. Ao centro das duas pilhas de ossos, um enorme LEÃO, satisfeito, bem alimentado e sonolento, a palitar os dentes.    

MORAL DA HISTORIA:  
- Não importa quão absurdo é o tema de sua tese.  
- Não importa se você não tem o mínimo fundamento científico.  
- Não importa se os seus experimentos nunca cheguem a provar sua teoria.  
- Não importa nem mesmo se suas idéias vão contra o mais óbvio dos conceitos lógicos...  
 - o que importa é QUEM É O SEU ORIENTADOR...

(autor desconhecido...pelo menos por mim)

.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Tatiane Antônia: Um pouco de T.I.

"E NOS INTERVALOS UM POUCO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO... 05/04/2011. Redes sociais trazem novo nível de competitividade para empresas..."

domingo, 3 de abril de 2011

Tatiane Antônia: Itabirana pensando...

Tatiane Antônia: Itabirana pensando...: "KÁ ENTRE NÓS: EU E MEUS BOTÕES. 03.04.11 Terra Seca é assim...precisa da água viva desesperadamente. Chuva, enxurrada ou em conta go..."

Tatiane Antônia: Frases e ponto.

Tatiane Antônia: Frases e ponto.: "FRASES APENAS: LEIO, REFLITO, GOSTO E PUBLICO. PONTO FINAL. 03.04.2011 'Um bom mestre tem sempre esta preocupação: ensinar o aluno ..."

sábado, 2 de abril de 2011

Tatiane Antônia: Um pouco de T.I.

Tatiane Antônia: Um pouco de T.I.: "E NOS INTERVALOS UM POUCO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO... 01/04/2011. Domine as seis esferas de governança em TI, ou fracasse. ..."

domingo, 27 de março de 2011

Ame e pregue o Amor, apenas isso!

Por ter trabalhado numa instituição de fomento a cultura, certa vez eu recebi um convite para uma "festa de gala de umbanda" que aconteceria na cidade do Rio de Janeiro. Eu sabia algumas coisas sobre a umbanda, mas não sabia que eram feitos encontros sociais de gala. Fiquei pensativa sobre todas as questões que envolveriam o evento, a preparação espiritual, a programação, o ambiente, as comidas, mensagens subliminares e principalmente a motivação do coração das pessoas que estariam ali.

Quantos seriam usados como "cavalos"? Quanta bagagem espiritual levariam para suas casas? O que fariam no dia seguinte com o vazio sem fim dentro deles?

Enquanto muitas vidas preciosas para Jesus têm vivido no engano (Os 4:6a), grande parte da igreja contemporânea tem vivido uma doutrina fatalmente egoísta. Apesar das agendas repletas de programação e da participação efetiva dos membros uma boa parte tem vivido no ativismo frenético e sem raízes (Mt 12:7; Os 6:6, Jo 15:5; Rm 8:8). Assim como Marta (Lc 10:38-42) muitos têm desenvolvido uma vida espiritual superficial, fortalecendo apenas o relacionamento horizontal (homem x homem) e negligenciado o relacionamento vertical (homem x Deus). Isso impacta diretamente no comportamento cristão e em sua contribuição como agente transformador na sociedade

Temos a liberdade de ler, compreender e receber a Palavra de Deus e quantas vezes não fazemos. Temos a oportunidade de falar e ouvir sobre Deus, e muitas vezes nos calamos. Enquanto muitos fazem sacrifícios em encruzilhadas, na tentativa desesperada de alcançar uma espiritualidade e de ouvir um deus, temos a oportunidade de falar diretamente com o Deus Vivo, Real e sempre Presente (Jo 14:6). Podemos ouvi-Lo, mas, por vezes estamos cansados demais para nos relacionar com Ele (Mt 13:22; Mt 6:27). Deitados em berços esplêndidos, recebendo e deliciando do Manah celestial (Jo 6:35a) e então, descascando para em seguida comer mais e descansar mais. A acomodação espiritual não exercita o corpo e o sedentarismo pode trazer grandes problemas as “coronárias” da igreja (IJo 1:7). O coração precisa bater ritmicamente para que o Sangue de Jesus seja bombeado, um órgão sem sangue fatalmente morrerá (Jo 15:5). Pessoas que ainda não receberam deste Sangue são órgãos que podem sobreviver se a igreja cumprir os propósitos pela qual foi chamada (Mc 16:15; Jo 4:35; ICo 12:8).

Como forma figurativa para exemplificar o fluir do Espírito Santo em nós, falamos incansavelmente sobre o Rio de Águas Vivas (Ez 47:1-12). Um rio é um curso de água natural, mais ou menos caudaloso, que deságua em outro curso de água, num lago ou no mar. Ele começa com um filete de água, numa nascente, passa por muitos lugares, nutrindo a terra, as plantas, saciando a sede dos animais e dos homens. Um rio ainda é um meio de transporte. Antes de ele desaguar ele precisa cumprir tarefas e responsabilidades que só ele pode executar (Rm 12:1-8). Há propósitos para os rios. E se estes propósitos não estão em nós, não temos sido rios e tão pouco o Espírito de Deus tem fluido através de nossas vidas. Podemos ser lago, lagoas, poças... mas rio não. Um rio não é estático, um rio é co-responsável pelos frutos e flores das plantas, um rio leva vida. Jesus é a vida que todos precisam e a igreja foi chamada para ser canal dessa Água que, verdadeiramente, pode matar e saciar a sede (Jo 4:14).

Não sendo rio e não bombeando o Sangue, a igreja deixa de cumprir sua principal função: nutrir pessoas com “o amor”, sendo co-responsável pela ausência de frutos e flores, e pela morte (Jo 3:16; IJo 2:7-8; Mt 5:43-44). Parafraseando Salomão, temos corrido atrás do vento e vivido vaidades (Ec 1), a beleza do evangelho está em sua simplicidade: ame e pregue o amor! E isso, por si só é profundo e exponencialmente grande, é o inicio de tudo e também o fim. E porque Ele é amor que Ele é graça e misericórdia, e é todas as demais coisas.

Buscando, dia após dia, ser um rio e canal do amor de Deus,

Tatiane Antônia.


terça-feira, 22 de março de 2011

UM e dois. OLEIRO e barro.

Água e vinho.
Pães e peixes.
Barro e vaso.
Flecha e aljava.
Milagre e milagre.
Transformação e mutação cíclica.
Coração e amor incondicional sempre.
Jesus meu oleiro, meu mestre e meu amor.

(Tatiane Antônia)


segunda-feira, 21 de março de 2011

Itabirana matutando...

A igreja deve ser um farol de graça ao resto do mundo, não uma fortaleza do legalismo.(Tatiane Antônia)
     .
     .

quinta-feira, 17 de março de 2011

Onde está sua segurança?

Fico pensando: como os extremistas, cientistas, técnicos, céticos, incrédulos e os "que acham ter controle e poder" lidam com este tempo de catástrofes?

Só o amor pode amenizar o sofrimento deste povo...abraço forte, segurar nas mãos, olhar nos olhos e chorar junto. A quem o Senhor enviará? E se fosse a sua terra devastada com terremotos e tsunamis? Como você lidaria? Até onde vai seu racionalismo e equilibrio? Sua fé resiste até onde? Minhas respostas? Observo o cenário catastrófico e coloco minha fé sob canhões de luz. Agora, como um espectador que me assisto, sou duas em uma: humana e cristã. Como humana esqueço o texto. O que fazer? Se a essência realmente estiver em mim, serei humana fortalecida por Cristo nesta fraqueza.

#solidariedade ao Japão