domingo, 10 de abril de 2011

China prende seguidores de igreja não autorizada pelo Partido Comunista


PEQUIM - A polícia chinesa deteve neste domingo, 10, dezenas de seguidores de uma igreja protestante clandestina em Pequim que pretendiam realizar um ato público após serem expulsos de seu lugar habitual de reunião, informaram testemunhas e grupos de direitos humanos.
Testemunhas informam através do Twitter que a polícia deteve mais de 20 seguidores da igreja Shouwang, quando tentavam oficiar um ato religioso na área de Zhongguancun, do bairro de Haidian.
Segundo a ONG China Aid, a polícia já havia detido na noite de sábado, 9, os líderes da paróquia, incluindo o catedrático You Guanhui, para prevenir uma reunião à qual mais de mil pessoas tentaram comparecer.
As testemunhas asseguram que os veículos policiais esperavam esta manhã no local do encontro e que a polícia ia levando os fiéis à medida que estes chegavam.
A China é um Estado laico que reconhece por motivos históricos religiões como budismo, confucionismo, taoismo, islamismo, cristianismo, mas só em grupos controlados pelo Partido Comunista, no poder desde 1949.


Fonte: Site Jornal Estadão Digital. Consultado em 10.04.2011, as 15:37h. Notícia extraída na integra no link: http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,china-prende-seguidores-de-igreja-nao-autorizada-pelo-partido-comunista,704318,0.htm.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário