sábado, 2 de abril de 2011

Tatiane Antônia: Um pouco de T.I.

Tatiane Antônia: Um pouco de T.I.: "E NOS INTERVALOS UM POUCO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO... 01/04/2011. Domine as seis esferas de governança em TI, ou fracasse. ..."

domingo, 27 de março de 2011

Ame e pregue o Amor, apenas isso!

Por ter trabalhado numa instituição de fomento a cultura, certa vez eu recebi um convite para uma "festa de gala de umbanda" que aconteceria na cidade do Rio de Janeiro. Eu sabia algumas coisas sobre a umbanda, mas não sabia que eram feitos encontros sociais de gala. Fiquei pensativa sobre todas as questões que envolveriam o evento, a preparação espiritual, a programação, o ambiente, as comidas, mensagens subliminares e principalmente a motivação do coração das pessoas que estariam ali.

Quantos seriam usados como "cavalos"? Quanta bagagem espiritual levariam para suas casas? O que fariam no dia seguinte com o vazio sem fim dentro deles?

Enquanto muitas vidas preciosas para Jesus têm vivido no engano (Os 4:6a), grande parte da igreja contemporânea tem vivido uma doutrina fatalmente egoísta. Apesar das agendas repletas de programação e da participação efetiva dos membros uma boa parte tem vivido no ativismo frenético e sem raízes (Mt 12:7; Os 6:6, Jo 15:5; Rm 8:8). Assim como Marta (Lc 10:38-42) muitos têm desenvolvido uma vida espiritual superficial, fortalecendo apenas o relacionamento horizontal (homem x homem) e negligenciado o relacionamento vertical (homem x Deus). Isso impacta diretamente no comportamento cristão e em sua contribuição como agente transformador na sociedade

Temos a liberdade de ler, compreender e receber a Palavra de Deus e quantas vezes não fazemos. Temos a oportunidade de falar e ouvir sobre Deus, e muitas vezes nos calamos. Enquanto muitos fazem sacrifícios em encruzilhadas, na tentativa desesperada de alcançar uma espiritualidade e de ouvir um deus, temos a oportunidade de falar diretamente com o Deus Vivo, Real e sempre Presente (Jo 14:6). Podemos ouvi-Lo, mas, por vezes estamos cansados demais para nos relacionar com Ele (Mt 13:22; Mt 6:27). Deitados em berços esplêndidos, recebendo e deliciando do Manah celestial (Jo 6:35a) e então, descascando para em seguida comer mais e descansar mais. A acomodação espiritual não exercita o corpo e o sedentarismo pode trazer grandes problemas as “coronárias” da igreja (IJo 1:7). O coração precisa bater ritmicamente para que o Sangue de Jesus seja bombeado, um órgão sem sangue fatalmente morrerá (Jo 15:5). Pessoas que ainda não receberam deste Sangue são órgãos que podem sobreviver se a igreja cumprir os propósitos pela qual foi chamada (Mc 16:15; Jo 4:35; ICo 12:8).

Como forma figurativa para exemplificar o fluir do Espírito Santo em nós, falamos incansavelmente sobre o Rio de Águas Vivas (Ez 47:1-12). Um rio é um curso de água natural, mais ou menos caudaloso, que deságua em outro curso de água, num lago ou no mar. Ele começa com um filete de água, numa nascente, passa por muitos lugares, nutrindo a terra, as plantas, saciando a sede dos animais e dos homens. Um rio ainda é um meio de transporte. Antes de ele desaguar ele precisa cumprir tarefas e responsabilidades que só ele pode executar (Rm 12:1-8). Há propósitos para os rios. E se estes propósitos não estão em nós, não temos sido rios e tão pouco o Espírito de Deus tem fluido através de nossas vidas. Podemos ser lago, lagoas, poças... mas rio não. Um rio não é estático, um rio é co-responsável pelos frutos e flores das plantas, um rio leva vida. Jesus é a vida que todos precisam e a igreja foi chamada para ser canal dessa Água que, verdadeiramente, pode matar e saciar a sede (Jo 4:14).

Não sendo rio e não bombeando o Sangue, a igreja deixa de cumprir sua principal função: nutrir pessoas com “o amor”, sendo co-responsável pela ausência de frutos e flores, e pela morte (Jo 3:16; IJo 2:7-8; Mt 5:43-44). Parafraseando Salomão, temos corrido atrás do vento e vivido vaidades (Ec 1), a beleza do evangelho está em sua simplicidade: ame e pregue o amor! E isso, por si só é profundo e exponencialmente grande, é o inicio de tudo e também o fim. E porque Ele é amor que Ele é graça e misericórdia, e é todas as demais coisas.

Buscando, dia após dia, ser um rio e canal do amor de Deus,

Tatiane Antônia.