quarta-feira, 20 de abril de 2011

Verbo retirar: conjugando

KÁ ENTRE NÓS: EU E MEUS BOTÕES.

"Eu retiro.
Tú retiras.
Vós retirais.
Retiro-me da selva de pedras e lanço-me ao mar de relevos e altos cumes.
Vespera de feriado. Respiro fundo e alimento a alma de ar e ferro. Um convite ao descanso.
Utopia. No gerundio itabirano de ser sonhei retirando-me.
O trabalho me espera. Suspiro e recomeço.
Melhor trabalhar na rede da varanda da casa da mãe Joana do que no quarto quase amarelo..."


.

Chegou a hora de combater a falta de compreensão do papel da TI

Três CIOs contam como superaram obstáculos e feudos para estabelecerem seu papel de líderes na transformação do negócio.


Se você perguntasse a um funcionário, ao acaso, que departamento mais influencia a cultura da empresa, o que ele diria? Marketing? RH? Vendas? Aposto minha coleção inteira de sapatos que ele não diria TI. Na maioria das empresas, a TI está tão distante do coração delas que muitas vezes é abrigada em um outro prédio.
No entanto, quando você olha para as empresas que sofreram uma transformação cultural enorme nos últimos anos, quem você acha que levou a essa mudança? Esses três CIOs encontraram seus próprios caminhos para combater a falta de compreensão do papel da TI em suas organizações. O depoimento de cada um deles pode ser útil para você.

terça-feira, 19 de abril de 2011

Integrar diferentes soluções de CRM pode não trazer os resultados esperados

"Quando o assunto é CRM (sistema de relacionamento com clientes), as empresas grandes podem ser chamadas de qualquer coisa, menos de centralizadoras. Mesmo que a gestão dos sistemas fique a cargo de um profissional, há uma grande probabilidade de que o ambiente esteja fragmentado e em soluções diversas. Muitas vezes, o melhor caminho é "federar" os sistemas em uso na corporação. Texto publicado no http://www.cio.uol.com.br/ em 15 de abril de 2011."

Leia texto completo AQUI.

.

Problemas na educação causam falta de profissionais no setor tecnológico

 

Muitos alunos abandonam o curso porque não conseguem acompanhar matérias como matemática, lógica, química e física. Além disso, currículos escolares não acompanham a velocidade tecnológica, causando uma defasagem.

 

Um estudo realizado por empresas do setor de tecnologia mostrou os motivos da falta de profissionais em uma área em que haveria emprego para todo mundo. O problema está, mais uma vez, na educação: antes, durante e depois da universidade. Os profissionais de tecnologia da informação, ou TI, são responsáveis pelo desenvolvimento e pela manutenção dos sistemas de computador das empresas. A carreira envolve cursos da área de informática, como ciências e engenharia da computação.